segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Dante adora

Dante começou a listar o que adora nesta vida e "adoia carrrro", "adoia banho", "adoia ursinho" e por aí vai.

Neste final de semana a família foi comer um filé em um restaurante que fez parte (comida e memória afetiva costumam ser uma dobradinha irresistível) e eu optei por não ir, considerando a hora já avançada e os últimos episódios de terrorismo nos restaurantes protagonizados pelo pequeno e, além de tudo, minha promessa de ficar longe de tudo que envolvam pratos e copos de vidro em estabelecimentos públicos.

Fiquei com ele no calorão da suíte presidencial da casa da vovó, esgotando meu estoque de cantigas. A uma certa altura, ele se sentou e pediu para ver uma revista (atualmente as preferidas são de scrapbook) e me soltou essa olhando bem no fundo dos olhos: "Dante adoia mamãe. Adoia! Adoia". E ainda me abraçou.

Olha, a mãe coruja aqui se sentiu recompensada por um ano e dez meses de vida do pequeno e mais toda a eternidade por esse momento de puro amor. E o que é um medalhão de filé diante de uma declaração dessas, não é?


Beijos. Inté.

4 comentários:

  1. Dante está um fofo... adorei a cia dele, mesmo que rapidinho. Adorei matar um cadiquim da saudade do cês.
    Beijo em todos!
    Emerson

    ResponderExcluir
  2. Esse Palmeirense 'e demais. Lindo.

    ResponderExcluir
  3. Emerson: as chuvas acabaram com nossos planos...rs Da próxima vez, venha com mais calma pra gente prosear mais. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. W.: Flameirense ou Palmeirista? Beijola.

    ResponderExcluir